Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 20 de janeiro de 2010

Correr, para Onde

 Como falar de amor em tempos de ódio.

Como dirigir uma palavra de afeto num tempo de total desentendimento.

Como se solidarizar num tempo de corrupção.

Sinto-me estranha em falar de amor enquanto lá fora as pessoas morrem como moscas.

Sinto-me estranha de mim mesma; procuro-me nos objetos, nos sentimentos, nos valores e já não me encontro em absolutamente nada do que eu pensava verdadeiro, sólido, equilibrado, digno.

E pior fico se falo do meu mundo, este em que vivo, sem o qual não sobrevivo.

Saio dele e deixo-me ser devorada pelos insaciáveis predadores?

Corro para seu interior mais profundo, preservando-me mas, ao mesmo tempo, alienando-me?

Como demonstrar que não é mais possível provocar ondas monstruosas para os barcos em movimento, porque quem afundará desta vez é a grande nau, o mundo.

Como falar de sonhos e esperanças se é preciso que se acorde antes que o despertador seja acionado, como uma bomba a devastar o que estiver a seu alcance.

Há como sair deste labirinto?

Se há, por favor,  diga-me, porque estou achando que já não me reconheço, que já me perdi de tudo há muito tempo,  quando ainda havia um por do sol para que o dia seguinte  pudesse amanhecer.

Read Full Post »