Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 8 de agosto de 2010

 

 Segura minhas mãos

meu pai, como fazias

quando me aparavas as unhas

enquanto cantavas

 

Assim e com certeza

não me sentirei tão sozinha

tão perdida

no meio de tanta ansiedade

e alguns desencontros

 

Segura minhas mãos

meu pai, como fazias

quando me ajudavas a atravessar as ruas

enquanto conversavas

a me mostrar o mundo

as pessoas

as aves do céu

 

Ainda me lembro de tuas histórias

de teus olhos brilhando

e de minha alma quieta

em paz, te ouvindo

porque eu sabia

sempre sabia

que todo o tempo,

até que eu dormisse,

minhas mãos segurarias

 

Segura minhas mãos

meu pai, como fazias

para eu sonhar com aquele tempo

em que, cantando,

me carregavas nos braços

para me fazer dormir

  

A ti, meu pai,

a continuidade de tua vida

em minha vida

de alguns de teus sonhos

em minhas mãos

 

A ti, meu pai

meu carinho eterno

 

 

Read Full Post »