Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 19 de março de 2013

 

Acompanhei Aurora até sua igreja de devoção.

Enquanto ela se recolhia interiormente eu olhava os vitrais, os mosaicos, os fiéis, os altares.

Gosto de igrejas, gosto do silêncio das igrejas, da igreja incensada, da igreja iluminada pela luz sutil que costumo chamar de paz.

 

Desejei bom dia a Jesus e fiquei observando as imagens.

Todas cobertas com tecidos roxo.

Perguntei-me qual seria a razão.

Sei que cobrem os santos da quaresma à ressurreição, mas me esqueci a razão.

Nem parece que estudou em colégio de freiras, diriam minhas irmãs, mas aposto que elas não se lembram também.

Olhei cada imagem, uma por uma, grandes, pequenas, largas, estreitas; aquela que foi coberta às pressas com o tecido por um fio para cair; a outra tão bem coberta que me deu até falta de ar.

Todas as Nossas Senhoras e Jesus também estavam cobertos.

 

Pensamentos assaltaram-me.

Será que as imagens estão dormindo debaixo dos tecidos?

Será que estão se escondendo das pessoas que só se lastimam de suas dores do corpo e da alma, principalmente do corpo?

Será que se cansaram de esperar um agradecimento, um Bom dia Santo Antonio, ao invés de ficarem pedindo marido, pedindo, pedindo, para depois voltarem ali para reclamarem dos mesmos?

Parece que estou vendo São Camilo falar a São José, por debaixo dos panos, Arre, José, que a quaresma enfim chegou! poderemos descansar um pouco, que alívio! Precisam aprender a agradecer mais, que pedir tanto! revida São Camilo.

Será que à noite, com a igreja vazia e silenciosa, retiram os tecidos para poderem se sentar, tirar suas sandálias, trocar impressões e respirar melhor?

Ou será que anseiam por uma esponja molhada em um delicioso sabonete, a tirar-lhes a poeira?

 

Foi quando novamente olhei para o altar principal.

Os anjos que o ladeavam eram as únicas imagens que não estavam cobertas.

Que interessante… os dos outros altares laterais também não.

Os anjos não dormem.

Os anjos permanecem de olhos e corações atentos.

Os anjos têm uma espada na mão e na outra, um carinho.

 

Faça uma prece por aqueles que repetem e repetem e repetem orações sem senti-las, sem prestar a atenção no que falam, disse-me Jesus.

E como fiquei meio assustada por ele me enxergar mesmo coberto, para amenizar acrescentou, Seu anjo estará sempre com você.

Que sorte a minha! disse eu em voz alta, escapando-me pela boca o pensamento.

 

Aurora que já se benzia para sair, perguntou-me a razão daquelas palavras, ao que respondi, Tivemos muita sorte de nossos anjos de guarda não estarem dormindo.

Ela me olhou pelo canto dos olhos, por certo achando que eu havia tomado muito sol na cabeça.

Mas como ela é muito discreta, calou-se.

E assim seguimos, cada qual protegida por seu anjo guardião.

Sorte a  nossa!

Mas… Jesus, ainda não consegui me lembrar porque é que se cobre os santos…

 

 

Anúncios

Read Full Post »