Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Adélia Prado’

 

Gosto de ser assim
paciente, calma
trocando um pé depois do outro
embora minha tranquilidade
às vezes
seja tão aparente quanto a do espelho
onde costumo encontrar-me sempre
pelas manhãs

 

 
Gosto de ser assim
atenta, delicada
gestos suaves
porque pretendo,
até que eu me vá,
estar sempre fazendo um carinho
nas coisas, nas pessoas,
na vida

 

 
Gosto de ser assim
silenciosa
em meio a um turbilhão
discreta, ponderada
para que as pontes
às vezes tão precárias
aos meus pés não se rompam
atirando-me nas correntezas frias
das águas de pedras cortantes

 

 
Gosto de ser assim
de olhar nos olhos
pressentindo um riso doce
ou um gesto
desenhando pequenas alegrias
no ar

 

 
Gosto de ser assim
buscar o improvável
a mola que me move
infinita

 

 
Gosto de ser assim
suave e colorida
quando voo
ao encontro do meu lar interior
quando comungo com as forças
do Universo
sentindo em meu rosto
o suave roçar da eternidade

 

 
Gosto de ser assim
com todos os medos catalogados
(como diz  Adélia Prado)
e com todos os sonhos organizados
para serem sonhados
outra e mais outras vezes

 

 
Gosto de ser assim
quando choro
quietinha de emoção
quando as palavras são mais
que palavras
sentimentos
que me tocam profundamente

 

 
Gosto de ser assim
mesmo quando morro pouco  a pouco
de saudade de ter vivido
o que não houvera…

 

 
Gosto de ser assim
embora aconchegante
e tranquila e sozinha
em minha cama,
sentí-lo por perto
tão perto
a mim abraçado
como uma possibilidade
e dormir serena
sentindo-o a me acarinhar

 

 
Gosto de mim assim
com pés no chão
coração a voar pelos campos
mares
lugares que me fazem ser assim

 

 
Gosto de mim

 

 

Read Full Post »