Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘coragem’

mandela

.

“A coragem não é inata, não é um tipo de elixir que se bebe ou se aprende de forma convencional; é a maneira que escolhemos ser.

Nenhum de nós nasce corajoso; tudo está na maneira como reagimos a diferentes situações.

Melhor ser lento e ponderado do que rápido, apenas para parecer decisivo.

Não é a velocidade da decisão, mas a sua direção.

Não é a rapidez que torna alguém corajoso.”

.

.

Penso que a todo milênio surge um avatar para tornar-se um marco de expansão na evolução do planeta.

E sua luz se esparge pelo tempo, refletindo, tal como o arco íris após a chuva, a clareza de um objetivo maior.

Penetra no lugar mais íntimo de cada um que costuma se retirar em algum momento do mundo exterior, para deter em si um aprendizado sólido, de modo a ser útil não somente a si, mas e principalmente aos menos favorecidos, como os segregados, os explorados, os reprimidos, os marginalizados.

Sua luz penetra nas mentes, tal como o sangue que flui pelo organismo, seguindo sempre e incessantemente seu caminho, até que retorne ao coração para ser purificado, renovado.

 

Embora muitos não concordem, penso que é no coração que mora a razão da vida, porque lá habitam a força para lutar, a vontade e necessidade para mudar, a emoção de alcançar e, por fim, a plenitude de amar.

Mesmo que essa razão traga inimigos, dores inesquecíveis, perdas irreversíveis.

Mesmo que a necessidade de quebrar pedras por tantos anos, comprometendo a saúde mas não a dignidade, seja o retrato da perseverança para revigorar o caminho já traçado.

 

Mandela, habitas minha alma há tanto tempo e assim será.

O que sempre senti ultrapassa a admiração e seria incapaz de um frívolo elogio somente por causa do teu passamento.

 

E, no entanto, já começaste a receber tantos elogios de estadistas oportunistas que querem estar na mira das câmeras durante as homenagens, mas que no dia a dia sequer tencionam segui-lo em teus atos.

Ao contrário, ignoram, do alto de seus pedestais já carcomidos pelos cupins, a tua fé que literalmente removeu montanhas de dificuldades, problemas aparentemente impossíveis de soluções e tantas outras ações direcionadas à liberdade de teus semelhantes.

E a maioria deles estarão lá, todos empolados, chamando-o de herói, mas incapazes de uma atitude que justifique estarem na tua presença.

 

Tenho tanto receio de que sejas lembrado somente nesta data, nesta semana, neste ano.

Sinceramente ainda espero que tuas atitudes, tua honra e dignidade não sejam apenas recordadas e enaltecidas de tempos em tempos, mas imitadas, reproduzidas, disseminadas.

Que não sejas visto somente como mais um herói, mas como exemplo de coragem, fé, perseverança, paciência e dignidade a ser seguido.

 

Vai em paz, Madiba; é hora da tua luz iluminar outras esferas.

 

 

 

 

Read Full Post »

Nelson Mandela.

Quero hoje conversar um pouco contigo, dia de teu aniversário.

Não só para comemorar esta data, mas por todas as que, com paciência e perseverança que só os sábios têm, continuas construindo a história de um povo, a história da evolução da humanidade, como um grande exemplo àqueles que querem decidir o rumo dos tempos pela força, corrupção e injustiças desregradas.

Mais que um exemplo, uma profunda reflexão sobre a vontade de proporcionar a seu semelhante uma visão real e melhor do que é possível viver.

 

Quantas amarguras, dores, humilhações, privações se esconderam por detrás do teu sorriso… um sorriso doce, sereno, olhar no horizonte enxergando longe, gravado nele todos os momentos de aflição, de conflitos, de solidão.

Por certo, em algum momento contigo mesmo, pensaste em desistir, mas não deixou se levar pelo instante, pequeno instante de fraqueza.

Tinhas a convicta certeza de que depois de tanto tempo, de tantos percalços, as portas se abririam, aquelas que fechadas a corrente estavam, vigiadas sempre com uma arma em punho.

Como se tua doçura precisasse de todo esse aparato… na verdade, os que te cercavam é que precisavam do teu respirar, pensar, sentir e agir.

 

E a palavra liberdade deixou de ser uma palavra, para morar nos lábios dos que te amam, apesar dela já existir há muito em teu coração, mesmo que ainda atrás das grades; já respiravas e vislumbravas teus sonhos acontecendo, primeiro no alívio e depois no grito reprimido no peito de cada compatriota, de cada pedacinho do sonho teu.

 

Hoje passas privações de tantas coisas materiais que afetam tua saúde, mas teu espírito está tranquilo pois já cumpriste tua tarefa para com a humanidade.

E mesmo desse hospital onde estás e com todas as dificuldades que isso implica, podes ver as homenagens que te fazem, não só hoje, repito, mas todos os dias das vidas para as quais estendes ainda e sempre tua alma generosa.

Cada dia vivido de cada pessoa que acreditou na tua luta é o presente que continuas a receber da própria vida; afinal, nos tempos de hoje já não mais encontramos alguém com tua coragem em deixar para trás os momentos ruins e difíceis acontecidos, para vivenciar plenamente esse grito de liberdade e amor.

 

Para mim tu és, sem dúvida alguma, o ser humano mais admirável dos nossos tempos e sinto-me privilegiada em poder estar viva na mesma época em que disseminaste tua vida em cada vida, não só na África, mas no coração da humanidade.

Obrigada Mandela, tu és um espírito de Luz e Amor.

 

 

Read Full Post »