Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘entrega’

 

 

E o menino continuou a correr pelos campos de centeio, como se pássaro fosse.

Suas mãos tocavam os talos tenros e dourados, como uma colcha macia bordada pelo Tempo, da cor do sonho que sonhara de olhos semi cerrados, antes de entrar, pela primeira vez, em um templo.

Um sonho de vôo pleno onde, num ímpeto de emoção e liberdade, levantava seus braços, ficava nas pontas dos pés como se assim pudesse tocar o céu, sem se dar conta direito de que o Sol já o abraçava por inteiro.

 .

Se fez uma prece, não me recordo, mas sua existência já era a própria prece!

 .

Sentiu o aconchego do silêncio, as mãos da brisa em seus cabelos, o corpo leve a caminhar sentimentos só seus.

 .

De volta à realidade, pressentiu que seu vôo fora marcado no coração e na mente, não sabia ainda por quê.

 .

Mas quando entrou no templo, lá estava esculpida em uma parede de luz, a imagem sublime daquele que, de braços levantados em plenitude infinita, comungara com seu Deus e a Seus pés depositara sua vida, que recebera um dia como divino presente.

 .

E agora o menino está aqui, à minha frente, e eu o vejo agigantar-se solene e poderoso, elevando seus braços aos céus, transmutando sombras em luz, silêncio em sons, mundano em divino.

 .

É o mesmo menino, eu sei.

Apenas se transforma em um guerreiro dourado, para cumprir sua tarefa de Amor.

Depois, volta a ser o menino que sempre foi.

 

Anúncios

Read Full Post »

União

anjo-1

.

.

O tinir da sineta por nove vezes

.

Há um silêncio no coração de quem busca

sussurros ouvidos somente por aqueles

que se entregam ao profundo momento

como a um sublime segredo

.

É quando atravesso o espelho

.

Levam-me lentamente

num sopro de sons

no perfume das pétalas

e do incenso

.

Levam-me a banhar os pés

em respeito ao solo

onde irei tocar

.

Trocam-me a veste

de puro e alvo linho

cingida pelo laço da união

.

Atravesso mais um espelho

.

Quem me guia toca-me o braço

se assim não fosse eu volitaria

diante da Rosa e da Cruz

Luz intensa, intensa emoção

.

Atravesso mais um espelho

.

Sinto-me fundida àquela chama

sinto-me una

invisível energia

em plena Paz

.

De meus olhos

brotam lágrimas de amor

mas ali já não estou

.

No mais profundo de meu ser

minha Rosa

minha Seiva, meu Sol do leste

.

Penso em reagir, retornar

mas… para quê?

se estou nos braços de Deus!              

.

.

Read Full Post »

Por puro desespero e solidão, pintou-se cuidadosamente, mas sem prestar muita atenção à sua máscara refletida no espelho.

Colocou uma rosa de tecido já meio desbotado nos cabelos, a saia mais justa e mais curta que nunca parava dependurada em seu guarda roupa, um sapato extravagante, uma bolsa, um batom.

E entregou-se a outros homens.

Permitiu outras mãos que não as dele, ouviu sussurros e indecências, mas que de uma certa forma faziam-na sentir-se viva.

Paciente esperava a satisfação alheia, nunca a sua, e ria de todos ao sentir-se desejada sem nada oferecer.

Beijaram-na, abusaram-na e só quando foi abandonada em algum travesseiro frio é que voltou a pensar naquele que sempre amou.

Suas lágrimas de vidro brotaram sem soluços e mais uma vez rasgaram-lhe os olhos, retalharam-lhe o rosto, corroeram-lhe a  alma.

Não se sentia no direito de fazê-lo enxergar sua terna existência, que invisível era diante de tantos desencontros.

E ele, inteligente, profundo, sensível, brilhava até mesmo quando o tempo fechava-se em tempestades.

E não conseguindo alcançá-lo, deixava-se alcançar.

Até que eles a matassem lentamente.

De uma vez.

Read Full Post »