Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘palavra’

Pulsar

images (2)

  .

Quisera falar plenamente do amor

mas ao simples balbuciar desta palavra

minhas mãos estremecem

vacila também meu coração

 

Para acalmá-lo

(ou incendiá-lo)

procuro entre papéis

um poema que fale de amor

 

Não do amor complacente

mas do que faz o olhar arder

não do amor paciente

mas do que faz o corpo querer

não do amor terno

mas do que faz gemer

 

São tantos os poemas

que pelo caminho das palavras

me perco

 

 

 

 

Read Full Post »

Quando o governo foi ao paraíso, o povo, que o dotou de asas celestiais através de seus votos, foi banido para as profundezas do inferno.

 

Com o que se apresenta no momento, ainda é possível se resgatar a moralidade, a ética, a saúde física, intelectual, cultural e política neste e deste país?

 

Fico penalizada quando consigo vislumbrar nosso futuro, só quando consigo e geralmente não consigo.

Mas como náufragos agarrados a uma única tábua de salvação, podemos tentar (mais uma vez?) dar um passo em direção à esperança.

 

Enquanto a democracia existir, devemos exercê-la sem nos amarrarmos às migalhas ou a tapa bocas como a bolsa família, bolsa escola, vale gás e, que bela novidade!, o Brasil Carinhoso (fico  tão comovida…).

A meu ver, aliciar as classes sociais menos favorecidas é um ato indecente, mesquinho, imoral e pobre demais para um governo que se diz O governo, que de ético e digno fica a desejar a todos nós.

 

Será que ainda nos sobra coragem para rompermos esse laço que existe somente em nossas mentes e não mais (há muito tempo, mesmo) nos atos desses pobres poderosos que nos abandonam à revelia da sorte?

Digo pobres porque o retorno há de vir; a impunidade é apenas um artifício podre de que se valem os corruptos.

 

Sejamos conscientes, olhando ao redor com olhos de enxergar (e não apenas de ver) para sentirmos profundamente a miséria tomando um vulto já incontrolável, acompanhada da total deseducação e da violência irrefreada.

 

Temos uma pequena chance de não permanecermos estudante e estudantA na vida e sim, cidadãos dignos, íntegros e humanos, no sentido mais elevado da palavra.

 

 Diga não aos corruptos.

 

 

Read Full Post »

Marcas IV

  

Partiste, bem sei

Deixaste em tua passagem rastros de luz

                                        o aroma das romãs maduras

                                        o gesto dos príncipes

 

Apenas a palavra inacabada

                            pairou por um segundo no ar

                            para depois

                                                     c

                                                     a

                                                     i

                                                     r

                                                         sob tuas pegadas

                                                         marcadas, por fim,

                                                         nos Tempos

 

 

Read Full Post »