Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘pressentimento’

 

 

E o menino continuou a correr pelos campos de centeio, como se pássaro fosse.

Suas mãos tocavam os talos tenros e dourados, como uma colcha macia bordada pelo Tempo, da cor do sonho que sonhara de olhos semi cerrados, antes de entrar, pela primeira vez, em um templo.

Um sonho de vôo pleno onde, num ímpeto de emoção e liberdade, levantava seus braços, ficava nas pontas dos pés como se assim pudesse tocar o céu, sem se dar conta direito de que o Sol já o abraçava por inteiro.

 .

Se fez uma prece, não me recordo, mas sua existência já era a própria prece!

 .

Sentiu o aconchego do silêncio, as mãos da brisa em seus cabelos, o corpo leve a caminhar sentimentos só seus.

 .

De volta à realidade, pressentiu que seu vôo fora marcado no coração e na mente, não sabia ainda por quê.

 .

Mas quando entrou no templo, lá estava esculpida em uma parede de luz, a imagem sublime daquele que, de braços levantados em plenitude infinita, comungara com seu Deus e a Seus pés depositara sua vida, que recebera um dia como divino presente.

 .

E agora o menino está aqui, à minha frente, e eu o vejo agigantar-se solene e poderoso, elevando seus braços aos céus, transmutando sombras em luz, silêncio em sons, mundano em divino.

 .

É o mesmo menino, eu sei.

Apenas se transforma em um guerreiro dourado, para cumprir sua tarefa de Amor.

Depois, volta a ser o menino que sempre foi.

 

Read Full Post »

 

Noite intensa

silenciosa

árvores profundas e estáticas

pressenti tua chegada

 

Apenas a lua imensa

brilhando em um céu imenso

onde imensos são meus sonhos

testemunhava

  

Nada denunciava tua presença

mas te pressenti

como uma brisa

um roçar de beija-flor

 

Pressenti teus olhos demorados

mornos, molhados

em meu corpo sonolento

 

Teu desejo desenhando-se

lentamente

em tuas mãos

 

Pressenti teu rosto

em meu rosto

ar que me faltou

 

Depois de um sussurro

um cálido  afago

pressenti tua partida

no mover das cortinas

 

 Levaste em tuas mãos

a maciez dos meus seios

e em teu vôo

minha alma

 

Read Full Post »