Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘renovação’

luz

 

A data comemorativa da Páscoa passou.

Tenho um pouco de receio dessas grandes datas.

Natal, Dia Internacional contra o Racismo, Abolição da Escravatura, Dia da Independência, Dia Internacional da Poesia e até do Dia dos Pais e do Dia das Mães, entre outras.

.

Para a maioria dura apenas vinte e quatro horas.

Para o comércio, algumas semanas a mais.

Para os atos cívicos ou litúrgicos, algumas horas; o suficiente para que se execute um hino, um ritual, uma apresentação.

A Páscoa, por exemplo, dura apenas enquanto o chocolate derrete na boca? E depois?

.

Depois, um vazio.

Os votos voam como fumaças inexpressivas pelo ar; se vão para longe, se perdem no espaço, somem de vista.

E sempre me pergunto Por quê, se nosso coração está aqui tão perto?! Por que não fazer dele um cofre depositário de nossos verdadeiros votos e emoções?

.

Fala-se em renovação, em recomeço, em ressurreição, mas… e o propósito, será que firmou-se como âncora em nossa consciência ou voou como palavras ao vento?

Ouvi alguém dizer, em uma aparente e eufórica alegria que, de tantos amigos que tinha nas redes sociais, levaria o dia inteiro mandando mensagens e mensagens.

.

Não sei se sou muito antiga, mas isso também me assusta.

Muitos chocolates, muitos amigos, muita euforia, risos e alegrias exagerados que só afloram nesses pequenos momentos.

Enfim, quantidade e não qualidade.

.

A qualidade exige integridade em não se dizer o que não se sente ou o que não se tem condições de realizar por pura falta de conhecimento.

A qualidade exige força de vontade, discrição, observação, bom senso.

A qualidade exige humildade, compaixão, atenção.

A qualidade exige harmonia, serenidade, mesmo que em meio a um turbilhão.

A qualidade exige interesse, cuidado, carinho, amor.

A qualidade exige sabedoria.

.

Mas é muito mais fácil colecionar uma quantidade de alguma coisa, não dá trabalho algum, não exige nada; apenas, talvez, saber contar até mil ou um milhão, tanto faz.

.

É muito importante e prazeroso ter amigos, mas amigos de alma!

Recebi uma mensagem de um querido amigo que, sufocado pela leviandade das aparências, pedia um basta às palavras inúteis e um sim à reflexão sobre atitudes nobres; realmente uma mensagem de apelo que brotou da sua profunda forma de viver verdadeiros valores.

.

Claro que há o outro lado da moeda, sabemos disso.

Como no dia em que uma pessoa muito experiente me perguntou se eu já havia desejado um sorridente Bom Dia para uma pessoa desconhecida na rua.

Eu quis sentir qual era essa sensação que ele tanto enfatizou e assim o fiz.

Fui mal interpretada e agredida verbalmente.

.

Há pedras em todo caminho, por todo o caminho, mas não se pode desistir de um caminho divinamente traçado por causa de pedras, simplesmente.

Há pessoas que preferem atirar pedras; acham engraçado e sentem prazer e poder em assustar e ameaçar o outro.

Mas há aquelas que preferem observar as borboletas que fazem de seus casulos, seus corações; aquelas que preferem guardar em suas retinas seu despertar, seu primeiro impulso para a luz, suas cores, sua leveza, seu encantamento, seu voo de paz, e depois poder transformar essa sensação única em gestos que, se traduzidos, significam Renovar.

.

A cada ação, a cada sorriso.

Em todos os momentos da vida.

 

 

Read Full Post »

 

Como estou prevendo uma possível viagem ao encontro da Natureza, deixo aqui esta mensagem com alguns dias de antecedência.

 

Consultando enciclopédias, encontrei algumas informações sobre a Páscoa.

Sei que algumas pessoas as conhecem, mas nunca é demais.

Comemoração antiga, onde na Idade Média o povo pagão germânico cultuava a deusa da Primavera, cujo nome, Ostara, significava páscoa; na mitologia grega conhecida como Deméter e na romana, Ceres.

 

Páscoa, do hebraico Pessach, significa passagem.

Para os pagãos, passagem do inverno para a primavera.

Para os judeus, da escravatura do Egito para a libertação na Terra prometida.

Para os católicos, da vida terrena para a vida espiritual de Jesus.

Permitam-me acrescentar que, para os poetas, da dor e da desilusão para o ressurgimento constante dos sonhos da alma.

 

A simbologia do coelho representa a fertilidade e dos ovos coloridos e brilhantes, a luz solar.

Do cordeiro, o espírito renascido.

 

O que mais posso dizer sobre a Páscoa… tantas lembranças… família sempre reunida…

Tinha horror em ir à igreja beijar Jesus morto. Chorava e não dormia noites seguidas, diante da visão de tanto sofrimento.

Vem-me à mente, enquanto escrevo, que talvez este tenha sido um bom motivo pelo qual tanto relutei, na minha adolescência, em ver uma pessoa morta.

 

Mas gostava mesmo era de participar da procissão, onde minha irmã Rosa e eu, vestidas de anjos, sentávamos em um patamar em cima de um jipe, ladeando Nossa Senhora.

Meus oito anos não me permitiam ter a noção daquele denso ritual e, por isso, quando eu avistava minha mãe na sacada do banco francês e italiano, na rua principal da minha cidade, cutucava minha irmã e então acenávamos para ela, chamando-a efusivamente, Mamãe! Mamãe!,  jogando beijinhos e sorrisos.

Completamente fora do contexto da Procissão do Encontro entre Jesus já morto e sua Mãe dolorosa.

As freiras faziam cara feia, o motorista do jipe dissimulava um sorriso e o padre vinha nos aquietar, dizendo ser a última vez que participávamos da procissão.

Mas como meu pai era muito católico e pertencia à Ordem Terceira de São Francisco, todo ano garantia esse lugar para nós duas, seus  anjinhos (do pau oco, dizia Margarida, a mais nova).

 

Lembro-me também dos nossos domingos de páscoa, nosso vovô Cintra cercado por seus filhos, netos e tantos outros compadres e amigos de meus pais…

 

Hoje em dia, supermercados e casas do ramo estão repletos de chocolates e ovos de páscoa já no início de março.

Depois de tudo vendido, Olha a promoção, dona! Compre dois e leve três! E agora, qual vai ser o próximo feriado, alguém indaga entre uma ansiosa escolha e outra; depois da data consumada, tudo termina como se nada houvera.

 

Tudo cai no esquecimento, como com outras datas ditas importantes.

Esquecimento não, porque há pessoas que nem sabem o que significa aquela ou esta data; apenas passam por elas, como passam pela vida apenas.

 

 

 

 Até a volta

 

 

Read Full Post »

Feliz Páscoa!

Que o sentido real da Páscoa não seja abafado pelo ruído dos papéis laminados e coloridos dos ovos de páscoa.

Que além do gosto de um chocolate agradável ao paladar, possamos sentir o sabor da nossa transformação íntima, da renovação de nós mesmos.

Que possamos ressurgir de nossas próprias sombras, transparecendo e compartilhando nossa luz essencial.

 

 

Read Full Post »