Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘servidão’

Ultimamente tenho pensado muito na servidão humana.

Em 13 de maio pensei em relembrar, com algum texto, essa data.

Não consegui.

A idéia de que é apenas uma data, vem sendo reforçada, a cada dia, pelos fatos que vêm ocorrendo no tempo.

À época da escravidão nada era possível pensar, idealizar e muito menos realizar.

A palavra de ordem era Executar.

À época da libertação, parecia possível respirar, enfim, novas perspectivas, novos rumos.

Mas a palavra de ordem passou a ser Preconceito.

Na época atual, a da tecnologia de ponta, da informação globalizada, do poder aquisitivo mais estável (?), são necessárias leis para que estudantes negros possam cursar universidades; são necessárias leis para que subalternos sejam protegidos do assédio moral dos patrões; são necessárias leis para que as donas de casa não precisem se submeter ao jugo desvairado dos maridos violentos e viciados; são necessárias leis penais para as mães que abandonam seus filhos recém nascidos em latas de lixo; são necessárias leis para que pessoas possam ser respeitadas por suas opções sexuais e crenças religiosas.

Não sei qual palavra de ordem utilizar para estes tempos.

Se o Brasil foi colonizado em 1.500 trazendo escravos em sua bagagem, hoje, 2012, portanto 512 anos após, em que segmento é possível encaixar a palavra Evolução.

Nossos grilhões, hoje, são a inveja, o egoísmo, o orgulho, o desrespeito, a calúnia, a prepotência que não causam mais feridas no corpo, mas na alma.

Somos cegos perambulando na escuridão da nossa pequenez, marcando passo como soldados de chumbo que fazem muito barulho ao marcharem mas que não saem do lugar, com um monstruoso comandante em exercício que está sempre a ordenar, Ordinário! recuar, recuar, recuar…

Por isso me calei nessa data, com um sentimento profundo de pena de nós mesmos.

 

Read Full Post »